Após ser questionado por dizer que gosta do Donald Trump, Kanye West explica posicionamento

Há poucos dias, Kanye West mostrou admiração pela forma como a escritora/comentarista Candace Owens pensa, a qual é apontada como conservadora, e conhecida por elogiar Donald Trump. Por conta dessa questão, Yeezy foi alvo de questionamentos, e o radialista Ebro disse ter ligado a ele para entender melhor essa posição, o qual teria declarado em certo ponto da conversa que ama o presidente americano.

Toda essa sequência de episódios gerou ainda mais questionamentos sobre Kanye, e hoje (25) ele finalmente explicou o que pensa. Após dizer no Twitter: "para os pensadores livres, não temam retaliações por seus pensamentos. Os pensadores tradicionais estão usando apenas pensamentos e palavras, mas eles estão em uma prisão mental. Você é livre. Você já ganhou. Sinta-se energizado, mova-se pelo amor e não medo. Não tema nada", ele fez uma grande sequência de publicações, onde disse:

"Você pode não concordar com Trump, mas a máfia não pode me fazer não amá-lo. Nós temos energia de dragão. Ele é meu irmão. Eu amo todo mundo. Eu não concordo com tudo que qualquer pessoa faz, isso nos torna indivíduos, a nós temos direito de pensar diferente. Se seu amigo pular da ponte, você não precisa fazer o mesmo. Ye sendo Ye é uma luta para você ser você. Para as pessoas na minha vida, a ideia de Trump é bem divida, mas eu não falo para o pessoal que apoia Hillary não apoiá-la. Eu amo Hillary também. Eu amo quando as pessoas têm suas próprias ideias. Você não precisa de permissão mais. Apenas seja. Ame quem você quer amar. Isso é pensamento livre. Nem é político. Eu não sou um democrata ou republicano. E também eu tô fora desse lugar submerso, eu não tenho medo mais. Eu não tenho medo da mídia. Não tenho medo do passado e sou otimista sobre o futuro. O tweet é amor, não medo. Com amor sou invencível. A verdade é subjetiva, mas o amor é a força mais poderosa do mundo, e o mundo precisa expressar mais isso. Eu disse expressar mais amor porque a gente tem amor, mas não expressamos. Meu amigo T. Mills sempre me disse: 'eu te amo', e isso me fazia sentir estranho quando ouvia. Agora eu falo para todo mundo que amo eles. Ele me estimulou a começar a expressar mais amor [...] Nenhuma raça, religião, região ou grupo político pode argumentar com o poder do amor [...]"


Após diversos tweets filosóficos, Kanye então deixou claro sua posição final, dizendo: "minha esposa me ligou agora e quis que eu esclarecesse para todos. Não concordo com tudo que Trump faz. Eu não concordo com 100% do que ninguém faz, além de mim". A primeira vez que Yeezy mostrou que simpatizava com Trump foi durante turnê no final de 2016, dizendo que amava a forma como ele debatia, posteriormente tendo enigmático encontro com o homem da casa branca.

Após ser questionado por dizer que gosta do Donald Trump, Kanye West explica posicionamento Após ser questionado por dizer que gosta do Donald Trump, Kanye West explica posicionamento Reviewed by John Lucca on abril 25, 2018 Rating: 5
Sabia que estamos no Instagram?

Não perca nenhuma novidade do Rap 24 Horas. Siga-nos clicando no botão abaixo!

* CONTEÚDOS EXCLUSIVOS!

comentários