Talib Kweli lança som dedicado para garota que matou pai abusivo aos 14 anos de idade

No ano passado, Brenda Meadows, de 14 anos, virou assunto ao ser presa acusada de matar o próprio pai, que tinha histórico abusivo contra sua família. Após passar 9 meses em uma prisão juvenil, ele foi encaminhada para um centro de tratamento residencial, devendo voltar para casa nos próximos meses.

Tocado com a emocionante história da garota, Talib Kweli divulgou hoje (28) uma faixa dedicada a ela, a qual leva o título de "She's My Hero" [pt: "Ela é Minha Heroína"].



Em nota publicada com o som, o rapper escreveu:

"Bom dia. Passar tempo envolvido com fãs nas redes sociais me permitiu divulgar informações sobre causas e eventos ignorados pela mídia convencional. Também me fez conhecer importantes eventos culturais, e me conectou com pessoas brilhantes que me tornaram um humano melhor. Foi nas mídias que eu ouvi da Bresha Meadows pela primeira vez. Em 28 de Julho de 2016, Bresha matou seu pai supostamente abusivo. Ela tinha 14 anos na época.

A primeira coisa que eu me liguei na Bresha é o quão fisicamente ela se parece com minha filha. Eu tive uma experiência parecida quando Zimmerman matou o jovem Trayvon Martin de 17 anos, o que lembrou meu filho. Instantaneamente, eu me senti atraído por essas crianças, e me senti obrigado a mergulhar em suas vidas. Bresha vinha escorregando na escola, ela fugiu de casa diversas vezes, e disse que seu pai vinha batendo na sua mãe, e ameaçando toda família.

Ainda em 2011, a mãe da Bresha entrou no tribunal com papéis alegando que ela foi cortada, teve costelas quebradas, nariz quebrado, os olhos roxos, e que ela estava 100% certa de que morreria. Mais tarde, ela se reconciliou com o pai da Bresha, que é uma ocorrência comum em relacionamentos abusivos. Até hoje, os parentes do pai insistem que ele não era tão abusivo quando dizem.

Bresha obviamente teve uma perspectiva diferente, dizendo às autoridades que a arma que ela usou para matar seu pai era a mesma que ele costumava ameaçar a família. Depois de enfrentar prisão juvenil por 9 meses, Bresha aceitou um acordo que ela poderá voltar para casa após ficar em um centro de tratamento por 6 meses. O que me impressionou neste caso foi a idade dela. Eu me expresso liricamente, em uma letra que me surgiu na cabeça quando pensava nisso: 'você se mataria ou mataria o monstro que está fazendo você se suicidar? Decisões pesadas na mente de uma criança'.

Independente de como você se sente sobre esse caso em particular, tirar isso de dentro de mim foi o melhor que pude fazer para tomar conta e proteger nossas crianças. Nossas crianças nunca deveriam ter que tomar esse tipo de decisão. Eu vejo meus filhos com o rosto jovem da Bresha, e eu quero elevar suas vozes o máximo possível. Brandi Meadows disse sobre sua filha: 'ela é minha heroína. Eu não fui forte o suficiente para sair fora e nos ajudar'.

Essa afirmação me faz pensar sobre o que um herói realmente é, e me faz querer escrever sobre Bresha. Minha esperança é que esse som inspire nossa comunidade a ficar mais atenta sobre suas famílias, então nós poderemos criar soluções antes dos jovens, tipo Bresha, que teve que resolver isso com as próprias mãos. Eu apresento "She's My Hero'.

Use a hashtag #FreeBresha para apoia-lá, ou faça uma doação no GoFundMe".
Talib Kweli lança som dedicado para garota que matou pai abusivo aos 14 anos de idade Talib Kweli lança som dedicado para garota que matou pai abusivo aos 14 anos de idade Reviewed by John Lucca on agosto 28, 2017 Rating: 5
Sabia que estamos no Instagram?

Não perca nenhuma novidade do Rap 24 Horas. Siga-nos clicando no botão abaixo!

* CONTEÚDOS EXCLUSIVOS!

comentários